FAZER ACONTECER SUCESSO





Sou partidário da ideia de que o sucesso só vem antes do trabalho no Dicionário da Língua Portuguesa. Ou dito de outra forma, o sucesso dá muito trabalho.
O verdadeiro sucesso não é o que se alcança em consequência de esquemas ardilosos, demagogias de circunstância, maquilhagens estéticas (ou de carácter), princípios ajustados aos ambientes e conjunturas, aproveitamentos de fidelidades cegas, falsos moralismos e voluntarismos interesseiros.
O verdadeiro sucesso é o que resulta de trabalho, físico ou intelectual; da firmeza de carácter e de princípios; do respeito pelos outros e por si próprio; das opções de vida subordinadas a metas; do fazer acontecer pela inteligência, a exigência e a capacidade de juntar pessoas, inspiradas por objéctivos partilhados.
Este sucesso em que acredito – e que sempre persegui – constrói-se todos os dias nas organizações de qualquer natureza, nas empresas, nas universidades e nos grupos. Ele não é feito de santos purificados, mas sim por homens e mulheres sujeitos ao erro, mas incapazes de ficar reféns dele. Homens e mulheres que sabem nada saber, por muito que saibam. Homens e mulheres para quem a palavra “nós” não é uma mera retórica deitada da boca para fora, mas sim um projecto de vida.
Perguntam se me considero uma pessoa com sucesso. E eu respondo prontamente que sim. Precisamente porque sempre me posicionei na vida, da forma como anteriormente descrevi.

Comentários

Postagens mais visitadas